O papel dos professores no no uso de Inteligência Artificial e aprendizado máquina

O avanço da tecnologia está transformando. A Inteligência Artificial (IA) é um domínio tecnológico em rápido crescimento, com o potencial de transformar rapidamente a paisagem da educação em todo o mundo e interações sociais e e contextos educacionais. A inteligência artificial (I.A.) está emergindo como uma poderosa ferramenta para aprimorar a aprendizagem e a experiência educacional. Este artigo reflete sobre cenários presentes e futuros propondo convite aberto para criar novas discussões sobre os usos, possibilidades e riscos da IA no trabalho pedagógico. Por que professores necessitam continuar desempenhando um papel central, mediador e insubstituível no processo educacional da Era Digital.

O papel primordial dos professores, reflete o papel do ser humano

Dizer que os professores são meros transmissores de conhecimento e podem ser substituidos é o mesmo que anular a História da humanidade e a evolução do conhecimento. O historiador Yuval Noah Harari em seu livro “Sapiens: Uma Breve História da Humanidade”. Harari argumenta que o que tornou os seres humanos, Homo sapiens, tão únicos e bem-sucedidos em sua evolução foi a capacidade de criar histórias compartilhadas e construir sociedades baseadas em crenças compartilhadas.

No contexto educacional, os professores desempenham um papel fundamental na criação e transmissão dessas narrativas compartilhadas. Eles não são apenas transmissores de fatos e informações, mas também são responsáveis por transmitir valores, tradições e uma compreensão mais profunda do mundo aos alunos. Além disso, eles são modelos de comportamento que podem inspirar os alunos a se tornarem cidadãos responsáveis e éticos.

Aqui, a inteligência artificial (IA) pode desempenha um papel complementar, fornecendo informações e recursos valiosos para enriquecer o processo educacional. No entanto, a IA não pode replicar a empatia, a compreensão sócio-emocional e o acolhimento humano que os professores oferecem aos seus alunos e que faz toda diferença em sua formação. Essas qualidades humanas são essenciais para ajudar os alunos a desenvolver não apenas conhecimento, mas também habilidades interpessoais, pensamento crítico e resolução de problemas.

Portanto, ao considerar o impacto da IA na educação e na História da Educacão, é importante reconhecer que os professores devem desempenhar muito mais do que meros instrututores da informação, eles trazem consigo herança cultural, social e geracional e e experência de um complexo mundo em transição. A IA pode ser uma ferramenta valiosa de mineração de dados, porém o garimpo é mais profundo e rico. A experiência humana, a atenção humana que cada professores traz consigo contruindo o conhecimento a partir de conexões humanas significativas e repletas de sentidos.

Argumentos que sugerem que a I.A. pode substituir um mentor humano no processo de aprendizado, especialmente quando se trata de desenvolvimento socioemocional e habilidades interpessoais é uma falécia. Os professores desempenham um papel crucial no apoio ao crescimento holístico dos alunos, ajudando-os não apenas a adquirir conhecimento, mas também a desenvolver habilidades como pensamento crítico, resolução de problemas e comunicação eficaz.

Professores como facilitadores da I.A.

A introdução da I.A. na educação não visa substituir os professores, mas sim capacitá-los a se tornarem facilitadores ainda mais eficazes da aprendizagem. A I.A. pode automatizar tarefas rotineiras e administrativas, como correção de provas e gerenciamento de registros, liberando tempo precioso para que os professores se concentrem em interações mais significativas com os alunos.

Além disso, os professores têm a capacidade de tomar decisões informadas sobre como e quando incorporar ferramentas habilitadas para I.A. em suas práticas de ensino. Isso significa que a I.A. deve ser vista como uma parceira, não como uma substituta, na sala de aula. Os professores são os principais especialistas no ambiente de aprendizado e estão em posição privilegiada para determinar quais soluções de I.A. são mais adequadas para atender às necessidades individuais de seus alunos.

Capacitação dos Professores para a Era da I.A.

Para que os professores desempenhem com eficácia seu papel na introdução da I.A. na educação, é fundamental fornecer-lhes a formação e o suporte necessários. Isso inclui o desenvolvimento de novas competências, como a compreensão de como os sistemas de I.A. podem facilitar a entrega do aprendizado, habilidades de pesquisa e análise de dados, bem como habilidades de gerenciamento de recursos de I.A.

A colaboração entre educadores, tecnólogos e designers desempenha um papel fundamental na criação de soluções de I.A. eficazes e centradas no aluno. Os professores devem ser parte integrante do processo de desenvolvimento de ferramentas de I.A. para garantir que essas ferramentas atendam às necessidades reais da sala de aula.

Os professores estão na vanguarda da educação, e a introdução da I.A. na sala de aula não muda esse fato. Em vez de substituir os professores, a I.A. tem o potencial de melhorar significativamente a experiência educacional, desde que os educadores estejam capacitados e envolvidos no processo. A colaboração entre a sabedoria humana e a tecnologia de ponta é o caminho para uma educação mais eficaz e centrada no aluno. Portanto, os professores permanecem no centro do aprendizado máquino e na introdução da I.A. na educação, desempenhando um papel insubstituível na formação das mentes e no desenvolvimento das habilidades do futuro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima